quinta-feira, junho 21, 2007

simplesmente ser


...enquanto tocava "Cannon em dó maior" -Pachelbel...


junto com a brisa
veio um suspiro
doce ilusão de um dia perfeito
como fosse um sonho bom, que ao final
perde-se na realidade e vira saudade do que não foi

junto com a chuva
veio uma lágrima
gota de emoção
como quem sente por um mero instante
a vida e o universo em conecção

junto como sol
veio a clareza
de um pensamento sem palavras
de um dia sem motivos
de uma mente sem porquês
de um simplesmente ser

8 Comments:

Blogger diovvani mendonça said...

Foda na vida é essa "saudade do que não foi" - se a gente não larga desse trem, ele não para de apitar na cabeça da gente. Abraço n´alma.

10:02 AM  
Blogger diovvani mendonça said...

Digo: pára

10:13 AM  
Blogger Juliana Pestana said...

Sonhadora de asas ainda incompletas... vim te chamar pra me visitar, agora que já estou grandinho. E tbm para te contar que agora vc também está lá no meu lar...
;-)

Bjos meus.

1:23 PM  
Blogger Menina do Reggae® said...

que linda a poesia, linda a parte da chuva!

au revoir

=*

6:06 PM  
Blogger Pedro Paulo Pan said...

, em este simplesmente ser você é toda sentimentos. com brisa, chuva, sol, lágrimas, saudades...
, fiz referência a você no post dedo de prosa...
, beijos meus.

5:08 AM  
Blogger uma pergunta said...

quase dói ler isso,
e não entenda como uma critica ruím,muito pelo contrário.
foi sinal de indentificação
=]
bjos!

3:43 PM  
Blogger ALF O Extasiado said...

E uma magia inigualável.

que belo texto, intenso.

adorei
:)
bejos

4:28 PM  
Anonymous paulo vigu said...

No vento
Meio por fora
Meio lento
Saí do meio do rio
Caí no meio do mar
~~~~~~~~~~~~
Fechei pra balanço
Renovei águas
As águas que vem de dentro~~~~~
Riodaqui.beijo e saudade. Paulo Vigu

6:03 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home